Quinze alimentos que vale a pena comprar orgânicos

Comentários desativados em Quinze alimentos que vale a pena comprar orgânicos

A ONG Environmental Working Group publica anualmente uma lista classificando os alimentos de acordo com a presença e quantidade de pesticidas e agrotóxicos.

Em um mundo perfeito, todos os alimentos seriam orgânicos e todos nós seríamos capazes de pagar por eles.

Em vez disso, enfrentamos decisões estranhas nos corredores de produtos cada vez que entramos em um supermercado – vale a pena pagar 50 centavos, R$1, R$5 ou mais por isso?

Quais são as implicações para a saúde? Alimentos orgânicos são igualmente importantes em tudo?

Vamos cair na real aqui: Não foi provado que a maioria dos alimentos orgânicos são “melhores” para você, o que significa que não contém mais nutrientes ou algum voodoo de combate mágico ao câncer.

Até agora, os estudos não foram conclusivos sobre os efeitos de uma dieta rica em alimentos orgânicos versus não-orgânicos. Mas até mesmo os céticos não podem argumentar com os princípios da agricultura biológica e de compra de alimentos: práticas ambientais sustentáveis e nenhuma substância química nociva.

Nem todos podem dar ao luxo de comer apenas alimentos orgânicos e é aí que o Grupo de Trabalho Ambiental (EWG, na sigla em Inglês) entra. A organização sem fins lucrativos publica uma pesquisa anual com base no nível de pesticidas encontrados em frutas e legumes e os classifica do pior para o melhor.

Abaixo está uma lista dos 15 alimentos utilizando o EWG e informações de outros pesquisadores que você deve desembolsar um pouco mais de dinheiro e comprar orgânicos. Tudo sobre esta lista é duplamente importante para as crianças e mulheres grávidas.

Finalmente, sempre que possível, compre no local de cultivo.

1. Maçãs

Se você estiver indo comprar apenas uma coisa orgânica, compre maçãs. Elas sempre aparecem no topo da lista de criminosos do EWG, abrigando um número de pesticidas que os agricultores tradicionais usam para manter as pragas e doenças longe. A maioria das coisas prejudiciais estão contidas na casca, que também é a parte saudável da maçã. Felizmente, a maçã orgânica versus as maçãs não-orgânicas tem uma das menores diferenças de preços, de modo que você não vai pagar o dobro para a sua paz de espírito.

2. Comida de bebê

Muitos médicos acreditam que os bebês são mais suscetíveis aos potenciais impactos negativos dos pesticidas na saúde. Quando o bebê começa a transição para alimentos sólidos, é uma boa idéia alimentar seu filho com alimentos orgânicos sempre que possível. Isto é especialmente verdade para as frutas e legumes nesta lista, uma vez que eles tendem a ter mais resíduos de pesticidas em primeiro lugar. Para compensar o aumento dos custos, considere comprar a granel.

3. Morangos e mirtilos

Essa frutas são sensíveis e fortemente expostas – elas não têm uma casca dura exterior ou uma pele para as proteger. Como elas crescem geralmente desprotegidas, acabam sendo mais suscetíveis a pragas, pesticidas são muitas vezes a solução. Note que, de acordo com o EWG, mirtilos cultivado internamente são mais contaminados do que as variedades internacionais.

4. Pêssegos e nectarinas

Estes deliciosos frutos têm finas peles comestíveis e são naturalmente delicados, por isso eles são normalmente pulverizadas com vários venenos para evitar que apodreçam e para manter as pragas afastadas. Mesmo se você descascar os pêssegos e as nectarinas, vestígios de produtos químicos permanecerão. Alguns médicos sugerem a compra de versões orgânicas dessas frutas, especialmente se você estiver grávida ou tiver filhos.

5. Aipo

Aipo também marcou no topo da lista do EWG, com 13 produtos químicos detectados no total. Esse vegetal crocante é poroso e cresce em grande parte fora do chão, então ele absorve produtos químicos facilmente. Da próxima vez que você estiver no mercado, escolha a opção orgânica, juntamente com um frasco de …

6. Manteiga de amendoim

Se você tem filhos ou apenas ama a manteiga de amendoim tanto quanto uma criança, em seguida, considere investir em manteiga de amendoim orgânica. Ela é livre de pesticidas, além de a maioria das marcas orgânicas utilizar uma receita saudável para aumentar os benefícios para você. Pode demorar algumas tentativas para encontrar uma marca que você e sua família gostem, especialmente se eles estão acostumados com aquela coisa açucarada e nada natural da manteiga de amendoim industrializada, mas vale a pena.

7. Batatas

Considerando a quantidade de batatas que os americanos consomem em média, a mudança para a versão orgânica é bastante fácil. Mesmo se você esfrega e descasca as batatas, há uma boa chance de que elas ainda contenham substâncias químicas potencialmente nocivas. O EWG constatou que uma batata comum tem mais pesticidas do que qualquer outro alimento testado. Portanto, antes de triturar, fritar ou assar, desembolse alguns centavos a mais para comprá-las orgânicas.

8. Leite

Práticas agrícolas tradicionais incluem agora o tratamento de vacas com hormônios para que elas produzam mais leite. Infelizmente, nós não podemos produzir o nosso próprio leite e bebê-lo. Alguns desses hormônios são repassados para o consumidor e, embora não saibamos o impacto total, muitas pessoas estão escolhendo o caminho da precaução e mudando para laticínios orgânicos. Procure no rótulo os dizeres “livre de rBGH”.

9. Verduras

Verduras delicadas, incluindo espinafre, alface e couves estão no top 15 da lista do EWG. Muitos produtos químicos altamente tóxicos são permitidos em folhas verdes e até mesmo produtos químicos que foram proibidos nos últimos anos ainda podem ser absorvidos pelo solo e encontrados nas plantas. Se você come salada freqüente, basta ir em frente e comprar orgânicos. O EWG recomenda que aqueles que adoram couve e que não compram orgânicas devem considerar cozinhá-las antes de comer.

10. Tomates

Os tomates são uma das únicas frutas ou legumes que foi provado ser mais nutritivos na forma orgânica. De acordo com um estudo, tomates orgânicos têm quase o dobro da concentração de dois flavonóides considerados muito saudáveis. Tomates convencionais também estão na lista negra do EWG, por isso a escolha parece clara: orgânicos sempre.

11. Pimentões

Pimentões doces estão no topo da lista, uma vez que estes legumes coloridos tendem a ter surpreendentes quantidades de pesticidas restantes neles. Compre-os orgânicos sempre que puder e quando comer pimentões convencionais não se esqueça de lavá-los bem com água fria. Cozinhar também ajuda a reduzir a quantidade de produtos químicos presentes.

12. Uvas

Durante o teste do EWG, eles encontraram quinze pesticida diferente presentes em uma única uva. Nojento! Como elas amadurecem rapidamente e acabam atraindo insetos, as uvas muitas vezes são pulverizadas com uma infinidade de produtos químicos para mantê-las intocadas e perfeitas para comer. Se você não consegue encontrar uvas orgânicas ou não consegue nem olhar a etiqueta de preço, compre durante a estação da uva de uma fonte local e lave-as bem.

13. Carne

A União Europeia já proibiu o uso de hormônios no gado, mas a prática ainda é permitida em muitos outros países, incluindo os EUA. Esses hormônios podem permanecer na carne e os potenciais efeitos na saúde ao ingeri-los ainda não foram bem estudados. Mas comprar carne orgânica é um questão muito mais relacionada aos riscos potenciais dos hormônios de crescimento e antibióticos para a saúde humana do que a um abate menos violento. Gados orgânicos tipicamente recebem mais espaço, são autorizados a pastar e comem com alimentos naturais, para que possam viver uma vida feliz e saudável antes de irem para o nosso prato.

14. Pepinos

Variedades convencionais deste refrescante vegetal são tipicamente tratadas com uma cera à base de petróleo para preservá-los frescos. Esta cera também preserva pesticidas já presentes no vegetal e é impossível lavá-la completamente em casa. Variedades orgânicas não utilizam esta cera, tornando-os uma boa escolha nos corredores do supermercado. Ao comer a versão convencional, não se esqueça de lavar e descascar o pepino – embora isso não garanta a remoção de todos os produtos químicos, além de remover alguns dos nutrientes.

15. Pimentas

Para aqueles que se entregam a especiaria em suas dietas regulares, o bom é comprar pimentas orgânicas sempre que possível. Pimentas convencionais muitas vezes têm altos níveis de pesticidas nocivos, em parte porque alguns produtos químicos especialmente desagradáveis são permitidos em pimentas, ao passo que não são permitidos em outras culturas comuns.